Vida criativa sem medo

Fui atraída para esse livro logo que soube de seu lançamento. As palavras “magia”, “criativa” e “medo”, estampadas numa capa multicolorida e tendo como autora uma pessoa que admiro muito, apresentavam-se como um convite irrecusável.

É difícil fazer uma rápida síntese dessa obra, mas vou trazer um pequeno trecho que acredito possa também te convidar à leitura:

“O que é viver criativamente?

Esta, acredito, é a pergunta central da qual depende toda a vida criativa: Você tem coragem de trazer à tona os tesouros que estão escondidos dentro de você?

Olhe, não sei o que está escondido dentro de você. Não tenho como saber. Talvez você mesmo mal saiba, embora eu suspeite que tenha tido vislumbres. Não conheço suas capacidades, suas aspirações, seus desejos, seus talentos secretos. Mas há certamente algo maravilhoso guardado dentro de você. Digo isso com total confiança, pois acredito que somos todos repositórios ambulantes de tesouros escondidos.

(…)

A caça para encontrar esse tesouro: isso é viver criativamente.

A coragem, para início de conversa, de se lançar nessa caça: isso é o que separa uma existência mundana de uma existência mais mágica.

Os resultados dessa caça, muitas vezes surpreendentes: é isso que chamo de Grande Magia.

(…)

Quando falo aqui de ‘viver criativamente’, entenda que não estou necessariamente falando de buscar uma vida que seja dedicada profissional ou exclusivamente às artes. (…) Não; quando falo de ‘viver criativamente’, estou falando de maneira mais ampla. Estou falando de viver uma vida mais motivada pela curiosidade do que pelo medo.”

Ver Denise Lagrotta
Ir para

livro Grande magia no Google Books
outras dicas

Elementos sociocriativos

Sobre o almanaque
Como ler?
Inteligência sociocriativa